sábado, 4 de dezembro de 2010

Santa Cruz’s tracks by PóTrilhos Btt – 01.Dez.2010



Após uma semana de incerteza, com um frio de rachar e chuva a potes eis que chegou a hora de mais um evento PóTrilhos Btt, para recordar.

O frio era mais que muito, a fazer lembrar a passeata de 2009 a tal que até os “coisos” congelaram e, das cerca de três dezenas de maluquinhos do pedal previstos, apenas 19 não se renderam ao conforto do lar e aos argumentos femininos "…tu és mesmo maluco….".

Acto de coragem colectiva e vamos lá pessoal, vamos dar inicio ao II Passeio PóTrilhos Btt e, claro que o São Pedro fez parte dos resistentes e não deixou de nos regar a partida.

Inicio com passagem pelo centro da bela Vila de Santa Cruz, descida pela Praia e a vista formidável a servir de pano de fundo para o aquecimento, rumo às arribas, onde o cheiro a maresia e a beleza das praias serviu de entusiasmo e doping para as dificuldades que nos aguardavam.

No final das arribas reencontro com o mais que "frustrado" Nuno Faia, (as melhoras amigo), que por motivos de saúde a sua participação neste “carrocel”, teve de se resumir ao papel de fotógrafo, sendo o responsável pela foto de grupo. Em nome do PóTrilhos Btt um muito obrigado.

Como Bike vassoura, foi rapidamente perceptível que o andamento mais lento nada tinha a ver com a falta de pernas, mas sim com o espírito muito agradável de ver e rever caras com quem falamos no fórum e outras conhecidas de outras paragens.

O martírio dava pelo nome de subida à Pedreira, com a lama a fazer das suas, no entanto logo compensado pela deslumbrante paisagem da costa de Santa Rita, servida por um single track formidável. O São Pedro não resistiu e ficou-se pela Pedreira, deixando o sol reinar em parceria com as nuvens, dando um pouco de conformo a estes trabalhadores de fim-de-Semana/feriado, (as más línguas dizem que foi uma reacção á teimosia de um dos aventureiros, com as repetidas passagens pelo mesmo vale até o conseguir vencer).

A descida até á Fonte dos Frades foi efectuada de forma rápida mas escorregadia, não sem antes arrancar umas boas risadas de quem ficou a assistir a ousadia de descer de uma "rampas" mais radicais até então.


Tempo para um coffe break, isto é mais barra break e venha a nova etapa.

Etapa para o interior, por entre um bonito bosque de subida complicada, onde a lama nos obrigou a mudar a tracção para “pedantes”, na maior parte da subida e, para alguns, descida também. Já no alcatrão chega a hora de dividir o Plutão e os mais destemidos rumam a uma subidinha com algumas escadas em pedra, invertendo os papéis, homem/bike, com a promessa de mais um single track de guardar na memória, por uma descida de rebentar com os níveis de adrenalina. Os mais realistas, contornaram o obstáculo e ficaram a assistir na bancada a assistir a descida radical e inesquecível de que todos os que desceram tiveram de ser "proibidos" de voltar para traz para repetir.

Após mais um momento de confraternização e conversa, e retomamos caminho até mais uma zona onde a adrenalina esperava por todos. O tal single track em plano inclinado descendente que se denomina “68”… onde alguns elementos chegaram a fazer o “69”... mas no final da descida a satisfação foi unânime, quer pela beleza do single track, quer pelo grau de exigência.

Com a passagem de todos estes acontecimentos existe sempre algo que corre menos bem e como o relógio não pára, tivemos de fazer alguns ajustes ao percurso reduzindo os Km e o contacto com a lama porque a zona não percorrida era propicia à sua presença.

Até ao fim, o andamento foi mais acelerado excepto para alguns cujos azares com câmaras-de-ar que não resistiram às ordens dos donos (ir para o carro) e por vingança quiseram estar mais tempo a admirar o quanto de belo existia há sua volta.

Para os resistentes na leitura deste longo texto um muito obrigado, por certo mais havia para escrever e descrever mas para quem foi a memória guarda o que de bom tivemos e para os que não puderam ir fica o convite para 2011 independentemente do São Pedro...

A todos os presentes um muito obrigado.

Fotos em:

Um abraço
Equipa PóTrilhos Btt