domingo, 27 de setembro de 2009

Foz do Lizandro btt - 27/Set./2009


Seis e meia da manha, o dia ainda estava um pouco escuro, o que me fez pensar "que grande pancada", a cama ali ao lado e eu a tomar o caminho da porta.

Depois do café fizemos-nos à estrada. O ponto de encontro foi na encosta norte da Praia de S. Julião ou Ericeira Sul, (como preferirem), que aquando da nossa chegada já estava recheada de "prós". O Rodolfo, o Paulinho, a Ana e o Victor, chegaram bem mais junto a hora de sair, mas o importante é que chegaram.

O grupo era grande, mas pouco passava das 8h20 quando começamos o passeio. Os primeiros 20 kms foram duros, embora nada de dramático. Obviamente que o meu distanciamento do núcleo do grupo ganhou algum significado, mas o Pedro estava perfeitamente a altura dos melhores. No entanto a melhor parte ainda estava para vir.

Depois de muito subir, descemos em direcção ao rio. Senhor de paisagens extraordinárias e trilhos fantásticos, sempre a exigirem muita atenção, quer pela sua beleza quer pelas armadilhas que se sucediam a cada pedalada.

A sucessão de furos, algumas quedas e a minha lentidão fizeram retardar a chegada as arribas da praia de S. Julião, cujo cheiro a mar começou a fazer-nos companhia muito antes que os olhos pudessem desfrutar dos seus tons de azul e verde.

Afinal valeu a pena deixar a cama tão cedo. Os Metralhas, os 100 Mãos e amigos foram fantásticos, muito pacientes e o espírito do btt prevaleceu durante todo o passeio.

Resta-me apenas agradecer a todos os que tiveram, (por diversas vezes), de estar à "espera do Nuno".

Aqui ficam as nossa fotos e do Rodolfo:

As fotos do Jorge:

E as fotos dos Metralhas:
video

NDraker e Paranhos
O pó dos trilhos alimenta-nos o ego.


Sem comentários:

Enviar um comentário